O que te faz feliz?

O que te faz feliz?

Já paraste, por um momento que seja, e te perguntaste o que te faz feliz?

Esta foi a questão sobre a qual refleti durante os últimos três anos da minha vida e as respostas ficaram refletidas na minha canção “Pequenas Coisas”.

Nessa fase da minha vida eu estava a experienciar um misto de emoções. Se por um lado eu sentia-me realizada pelos novos desafios que potenciavam as minhas competências e me permitiam adquirir e desenvolver outras, por outro, era invadida por sentimento de vazio que me levava a uma insatisfação.

Quem me conhece sabe que sou uma problem-solver! Isto é, o meu foco não é o problema, mas sim encontrar soluções para os problemas que vão surgindo no meu dia-a-dia, seja no trabalho, na vida pessoal ou até mesmo artística. Inicio um processo de investigação para identificar a causa-raíz desse problema. Observo, pesquiso sobre o tema e faço perguntas para documentar o “estado das coisas” (hoje já sei porque adorei fazer a minha tese… O processo é o mesmo!).

Estava na hora de aplicar este “exercício” a mim própria. Uma caminhada introspetiva em busca de respostas sobre, afinal, “O que me faz feliz?”

E assim foi. Todos os dias, sempre que algo, objeto, pessoa ou pessoas, momento ou situação me trazia alegria e me fazia sentir feliz, eu registava. Usei as tecnologias para documentar. Uma fotografia, uma descrição ou reflexão sobre o que aquilo me trazia.
O interessante é hoje eu viajar no tempo pela minha timeline, tanto do Facebook como do Instagram, e conseguir ver todo este meu caminho (interessante!).

Mas este processo que estou a descrever foi muito inconsciente. Eu hoje sei que estava em processo de auto-coaching só que não sabia. E se eu soubesse o que sei hoje, isso teria me ajudado imenso e poupado tempo. Mas este é um tema que eu gostaria de abordar noutro artigo, noutra altura.

 

Mas afinal, o que me faz feliz?

Deste exercício resultaram as seguintes principais conclusões e que partilho contigo:

  1. A minha família é o mais importante da minha vida (inclui o Fofinho, o elemento canino da família). São tudo para mim. E eu para eles. Para os nossos, somos insubstituíveis. São o nosso suporte emocional.

2. Estar com os amigos, uma boa conversa e partilhar momentos. Faz bem à alma e à saúde.

3. O meu paraíso, onde moro, é o meu porto de abrigo. Traz-me o meu por-do-sol favorito. Inspira-me.

4. As flores são as cores que alegram os meus dias. É a vida a presentear-me com a mais pura beleza através das minhas rosas, margaridas, tulipas e outras variedades de flores.

5. Cantar, compor ou simplesmente ouvir música. Faz os meus olhos brilharem e enchem a minha vida de alegria e energia. Salva-me todos os dias. É a minha missão, o meu propósito de vida. Por isso digo que é o meu “Amor”.

6. A minha paixão pelo BI, levou-me a estudar (como partilhei neste post). Aprender é estar em constante crescimento e evolução. É gerador de auto-motivação. As novas tecnologias, plataformas digitais, softwares e afins, são um elemento motivador e que gera maior produtividade, logo melhor performance.

7. Andar de comboio Fertagus. Sim! Adoro! Bem como o pequeno-almoço na estação. Não pode faltar o meu café e o pão com manteiga.

8. Ler livros, em particular sobre desenvolvimento pessoal. Os trinta minutos de viagem, no total uma hora por dia, fazem-me crescer como pessoa. Aprendo tanto (e aumenta a minha criatividade).

9. Também adoro escrever. Por isso tinha de ter um blog!

10. Concretizar todos os meus sonhos

Com este processo aprendi que são as mais “Pequenas Coisas” que me fazem feliz.

E agora?

Depois de encontradas as respostas às minhas questões e a causa-raiz do “problema”, foi necessário passar para a ação. Como? Que tal falarmos num próximo artigo?

 

Até lá, ouve com atenção a minha canção “Pequenas Coisas”. Talvez possas também refletir sobre o tema e partilhares da mesma visão. Mas uma coisa é certa:

Quando sabemos o que nos faz felizes, sabemos onde devemos investir o nosso tempo e energia (e dinheiro também!). Colocarmo-nos em «prioridade máxima» é fazer uma escolha em que o “Eu” está no centro de tudo. O nosso bem-estar e felicidade amplifica a nossa satisfação em várias áreas da nossa vida, seja no trabalho, relacionamento com colegas, amigos, família e claro, no amor.

E para ti?

Quais são as “Pequenas Coisas” que te fazem feliz?

 

Artigos relacionados:

Pequenas Coisas – A Canção

Pequenas Coisas – A Letra

Share:

Leave a Reply

Ana Brissos © 2018 - Todos os Direitos Reservados