Os Elementos de Arte

Quando estava a criar todo o conceito e argumento do videoclipe do single “Cais da Saudade”, senti que faltava algo para complementar os outfits escolhidos. Algo especial, diferente e com significado.

Lembrei-me do Frederico Valverde, um artesão da joalharia que acompanho pelas redes sociais, e cujas peças de arte me apaixonaram, assim que o descobri.
Percorri o seu portfolio e encontrei o “Elemento Perfeito”, a pedra (gema) que me faz lembrar o Mar – a labradorite.

A labradorite é um mineral que foi descoberto na região de Labrador, no Canadá, e que lhe deu seu nome. Tem como característica principal as suas cores iridescentes, com dominância dos azuis e verdes, e que mudam consoante a sua posição face à luz. A este fenómeno dá-se o nome de “labradorização” ou “labradorescência” ou efeito Schiller.
Achei também curioso que esta pedra é considerada mágica, com propriedades protetoras e que ajuda a encontrar o verdadeiro propósito de vida.

Contactei o Frederico e entreguei-lhe uma missão: criar o conjunto, fio e brincos, “Cais da Saudade”. Ao seu gosto e conforme a criatividade fluísse, sem impor condições ou qualquer limitação criativa. (Sim! Porque se eu gosto de liberdade para criar, também gosto de a dar!)

Pedi-lhe uma breve descrição do conjunto para colocar aqui no blog. Prontamente me enviou e que partilho:

Medalha realizada em prata de lei com o toque 925% (grau de pureza da prata em toda a peça).
Foi realizada utilizando várias técnicas, começando pela fundição da prata e cobre de modo a realizar um lingote. 
A partir deste lingote, que foi laminado e trefilado num laminador de ourives, a chapa e o fio quadrado ganharam forma.
A gema escolhida foi Labradorite Blue Flash de Madagáscar, porque lembra a água, o mar na sua imensidão.
A partir da gema, a peça foi ganhando vida.
Optei ainda pela aplicação de um fio em prata dourada (sobre a gema) para dar alguma luz à peça, como se fosse o primeiro raio de Sol da manhã.

Eu fiquei radiante com o resultado!
Como a simplicidade faz sobressair a luz intensa do azul da gema… É um conjunto de uma beleza imensa que tudo tem a ver comigo, com a minha “Essência”.

Entretanto, tive a ideia de torná-lo num dos ‘Elementos’ do argumento do meu videoclipe (que podem ver «aqui»).
Este elemento simboliza o Amor, um Desejo, uma Promessa “do seu regresso”.

 

Aproveito para agradecer ao Frederico pelo belíssimo conjunto, que denominei de “Cais da Saudade”, e pelo seu talento incrível!

Para quem quiser conhecer mais o trabalho do Frederico Valverde, deixo aqui os links das redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/valverde2016/
Instagram: https://www.instagram.com/valverde_joalheiros_/

 

Fotos: Conjunto “Cais da Saudade” by Frederico Valverde; Local Praia da Figueirinha, Arrábida, Setúbal; by Ana Brissos

 

Artigos relacionados:

Cais da Saudade – O Primeiro Single

A Letra

A História

Share:

Leave a Reply

Ana Brissos © 2018 - Todos os Direitos Reservados